A WGSN TrendCurve+ ajudou esse varejista do segmento de moda a otimizar seu estoque de vestidos

Lady in a field wearing an orange dress

Marca global de moda

Em 2020, esse grande nome do varejo de moda global tinha um estoque excedente de várias categorias femininas, entre elas vestidos, camisas e macacões. Em comparação com a média do mercado, a empresa também tinha uma baixa oferta de jeans de cintura alta, vestidos com caimento evasê e blusas de malha.

Usando o modelo WGSN TrendCurve+, nós isolamos a categoria de vestidos (um dos pontos preocupantes para a empresa) e demonstramos como era possível prever seu declínio. Em contrapartida, também mostramos como investir nas tendências certas poderia ser uma boa saída para a categoria.

Person wearing dress reaching in the air

Com base nos dados da TrendCurve, analisamos a dinâmica geral da categoria de vestidos e comparamos o estoque do nosso cliente com os de seus concorrentes e do mercado em geral.

Ao analisar as principais tendências dentro da categoria de vestidos, conseguimos apontar quais modelos deveriam ser abandonados e quais seriam um bom investimento. A análise de dados das redes sociais e das passarelas permitiu que prevêssemos como e quando tendências específicas passariam a atrair o público-alvo da empresa.

Resultado

Com base nessa análise, a WGSN fez quatro recomendações:

Diminuir o estoque de vestidos 
Recomendamos essa estratégia porque a pandemia havia mudado a oferta de moda feminina no varejo e afetado o desempenho de categorias historicamente bem-sucedidas, como a de vestidos. As consumidoras estavam mais interessadas em malhas, loungewear e roupas esportivas.

Ter mais cuidado com as mangas bufantes
As mangas bufantes chegaram a um ponto de saturação, portanto recomendamos que nosso cliente diminuísse o uso desse detalhe tanto em profundidade (quantidade total de peças nessa categoria) quanto em variedade (quantidade de modelos diferentes). Sugerimos também que a empresa investisse em uma curadoria mais cuidadosa e modelos mais bem pensados.


 

Equilibrar o mix de vestidos
Recomendamos que a empresa priorizasse vestidos práticos e com caimento evasê. Também sugerimos que os próximos modelos fossem eleborados com foco na versatilidade e atemporalidade, garantindo assim um custo-benefício mais adequado ao cenário de recessão econômica.

Investir em loungewear e leggings
Categorias atemporais focadas na vida doméstica, na saúde e no conforto ganharam força à medida que a pandemia aumentou a procura por roupas esportivas e confortáveis. Dessa forma, recomendamos que nosso cliente desenvolvesse produtos para essa categoria em ascensão.